Seja bem-vindo
São José dos Campos,24/02/2024

    • A +
    • A -
    Publicidade

    Fabio Ragazini

    MENTIRAS DO MUNDO: O GRANDE FAZEDOR

    MENTIRAS DO MUNDO: O GRANDE FAZEDOR

    Fonte: EmpreendaVale - Imagem criada por IA
    MENTIRAS DO MUNDO: O GRANDE FAZEDOR

    MENTIRAS DO MUNDO: O GRANDE FAZEDOR


    Quando paramos para pensar na correria do dia a dia, vemos que existem tantas coisas para fazer e executar que fazemos tudo mal feito, e o pior, temos orgulho de falar que fazemos tudo.


    Ser um fazedor virou motivo de orgulho, mas o que importa é saber fazer tudo um pouco mais e ter resultados medíocres em cada ação? Produzir conteúdo nas redes sociais, fazer edição de vídeos, executar boas vendas, fazer tráfego pago e ainda ser o melhor na sua área, não é uma tarefa que parece fácil, não? (Isso que nem contei a família e as obrigações e cuidados em casa).


    Mas estamos entrando (afundando) cada vez mais em sermos realizadores pela metade, sem saber delegar, com a desculpa que mais ouço "Mas quando delego, não fica do jeito que quero". Tá bom, então explique como quer de forma clara ou contrate alguém que seja melhor que você.


    Mas quando vejo empresários nessa rotina maluca tentando fazer tudo um pouco, a primeira coisa que observo é o quanto ele(a) tem dificuldade em confiar em alguém para delegar. Uma pessoa centralizadora tem, no fundo, uma verdade ardente que não confia em outras pessoas. Mas isso tem solução, calma que vou te falar agora sobre uma série de 6 mentiras que o mundo te contou, que te induzem ao erro e desviam do verdadeiro caminho do sucesso.


    "Fazer duas coisas ao mesmo tempo é não fazer nenhuma das coisas" - Pablo Sirio.


    As pessoas até conseguem fazer duas coisas ao mesmo tempo, andar e falar, digitar uma mensagem enquanto veem uma aula, por exemplo, mas o fato é que nós, seres humanos, não conseguimos nos concentrar em duas coisas ao mesmo tempo. Nossa atenção e concentração ficam de um lado para outro, perdendo o foco do que realmente interessa.


    Mas Fabinho precisa criar conteúdo para minha audiência, cortar cabelo, enviar relatórios para meu chefe, treinar, estar feliz e com energia para minha família no final do dia. Como fazemos isso?


    Isso acontece porque o mundo moderno nos induz a "ter" que ser perfeito em todas as áreas da vida. Ter alta performance não significa performar em TUDO, mas apenas no que de fato é importante. Lembre-se sempre da lei de Pareto, que nos mostra que 80% dos nossos resultados vêm de 20% das nossas ações.


    Retornar ao foco e chegar a um estágio flow de execução de uma tarefa demora tempo, e a maioria de nós estamos apenas nos recuperando de distrações. Em termos mais simples, quando decidimos mudar de tarefa, duas coisas acontecem: a tarefa muda e precisamos entender quais são as regras do jogo da segunda atividade. Por exemplo, se estamos fazendo um relatório e pesquisando sobre o tema na internet, o tempo de transição entre sair de uma leitura e iniciar a escrita é relativamente rápido. Mas se estamos fazendo o mesmo relatório e entra um colega de sala discutindo sobre um assunto aleatório, você precisa entender qual contexto e sobre o que falar para orientar seu colega, e nada nos garante que vamos voltar à mesma atenção plena para finalizar o relatório.


    Pesquisadores estimam que perdemos 28% de um dia de trabalho comum pela ineficácia da atuação de multitarefas. Isso se dá em uma escala de 8 horas de trabalho, 2 horas e 24 minutos de "tempo perdido" pelo seu colaborador e você mesmo como empresário. Sem contar que os multitarefas sofrem mais estresse, o que reduz a qualidade da sua felicidade.


    Agora me responda, você deixaria que um médico cirurgião operasse seu filho, trocando mensagens com seu cônjuge enquanto opera? Acredito que não, nem passou pela sua cabeça pensar em algo desse tipo.


    Isso não ocorre, pois ele precisa estar presente naquele momento, com todo seu foco e pensamento no que está fazendo. Tratando-se de vidas, mas quando é seu negócio, você se vê sendo um multitarefas.


    Imagine que toda vez que se vê fazendo duas ou até três coisas ao mesmo tempo, está "operando um paciente" sem a devida atenção e que, por causa disso, ele pode piorar ou até mesmo morrer.


    O primeiro passo para a mudança é não se cobrar tanto. Todos somos um pouco multitarefas, mas precisamos ter consciência disso para mudá-las.


    O segundo passo é identificar no seu dia o que é realmente importante e, nesse tempo, seu foco deve ser 100%. Não deixe as distrações te atrapalharem ou influenciarem no que precisa da sua atenção.


    Quais são os prejuízos que as multitarefas estão causando na sua casa, família e trabalho? Quando se fala em pessoas, isso pode ser fatal, prejudicando o relacionamento com o outro, gerando conflitos que poderiam ser evitados por um simples gesto.


    Quer saber mais sobre as mentiras que o mundo te contou e que te prejudicam a evoluir mais? Durante as próximas colunas, vou contar algumas mais para você, como a mentira da vida equilibrada, a mentira da força de vontade e a mentira da disciplina.


    Quer continuar esse papo? Me chame no @fabio.ragazini que terei o maior prazer em conversar com você e explicar sobre a mentira de ser multitarefas.




    COMENTÁRIOS

    LEIA TAMBÉM

    Buscar

    Alterar Local

    Anuncie Aqui

    Escolha abaixo onde deseja anunciar.

    Efetue o Login

    Recuperar Senha

    Baixe o Nosso Aplicativo!

    Tenha todas as novidades na palma da sua mão.